"Domine Deus Omnipotens em Cuius Manu Omnis Victoria Consis"

terça-feira, 6 de outubro de 2009

A minha Solidão


Ontem cheguei do trabalho tomei um banho demorado, vesti so uma calcinha tipo shortinho, estava com fome, mas sem animo pra preparar qualquer coisa, abri a geladeira, mas a unica coisa que me chamou a atenção foi o vinho que ha alguns meses estava la dentro.

Peguei a garrafa estava muito gelada, uma tarça e resolvi coloca-la em cima da mesa, em uma sala escura onde a unica luz que vinha era de outra sala, fui até o aparelho de DVD.( da sala) coloquei um dvd de clip romanticos voltei a sala em que havia deixado o vinho, a garafa ja estava molhada, sentei-me em uma das cadeiras, enquanto a musica percoria a casa.

Coloquei um pouco de vinha ,sorvi seu perfume e de imediato reconheci. Ainda possuia o mesmo cheiro, e estava empregnado em minha mente.
E com goles grande bebi todo o conteudo que havia na tarça, e o pouco frio que estava sentindo se dicipou. começei a sentir o calor da bebida subir por meu corpo, tornando-o quente.

O som das musicas inundava a escurudão da sala.

Parecia ate uma cena de filme, uma mulher nua no escuro de uma sala, com uma tarça de vinha entre os dedos.
A solidão começou a acariciar minhas face, e uma musica que gosto começou a tocar , foi quando resolvi cantarolar o refão , mas a voz saiu estrangulada, e meus olhos se embebedaram de lagrimas, correndo quente por meu rosto, mostrando que sou humana e tambem sofro.

PS. escrevi esse texto a muito tempo e tropecei nele ontem.

3 comentários:

★Carla_Witch Princess★ disse...

Oi, Moni!
Adorei o texto! ^^
Ei, tem selinho novo pra vc no meu blog...
Bjinhosssssss

Drico disse...

Nossa... adorei as palavras... muito bem escrito... parabéns...Primeira vez que passo por aqui... e com certeza irei voltar... qnto ao post em si... meu momento não pede q escute musicas romanticas e muito menos acompanhadas de vinho... acabo fazendo besteira rs.... bjoss ;D

PsicodelicoW#3 disse...

rsrsrs adorei o texto =) muito profundo deu para sentir o ambiente isso é uma das caracteristicas q mais admiro em um texto, prarabéns!