"Domine Deus Omnipotens em Cuius Manu Omnis Victoria Consis"

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Meu Vicio



Não vou mais falar de amor

De dor, de coração, de ilusão

Não vou mais falar de sol

Do mar, da rua, da lua ou da solidão

Meu vício agora é a madrugada

Um anjo, um tigre e um gavião

Que desenho acordada

Contra o fundo azul da televisão

Meu vício agora...

É o passar do tempo

Meu vício agora...

Movimento, é o vento, é voar...é voar

Não vou mais verter

Lágrimas baratas sem nenhum porque

Não vou mais vender

Melôs manjadas de Karaokê

E mesmo assim fica interessante

Não ser o avesso do que eu era antes

De agora em diante ficarei assim...

DesedificanteMeu vício agora...

É o passar do tempoMeu vício agora...

Movimento, é o vento, é voar... é voar

Um comentário:

Juliana disse...

Ei... vc não quer companhia na luz? Fica sozinha não!

bjos